Uma sexta-feira de sucesso

0
1
Já é certo, a Black Friday faz parte do calendário de comércio brasileiro. Um sucesso que é fruto tanto da vontade dos clientes de quererem aproveitar os descontos mais agressivos para comprarem seus itens de desejo, como pelo próprio mercado, principalmente o virtual, que amadureceu e passou a se preparar melhor para a data. Outra grande ajuda para o desenvolvimento do evento foi a existência de órgãos e associações que passaram a fiscalizar os negócios participantes. Segundo Gastão Mattos, CEO da Braspag, a expectativa da data para é “um faturamento 30% superior ao de 2015”. Em entrevista exclusiva à ClienteSA, ele conta mais sobre a ação e como cresceu no País.
ClienteSA: Como a Black Friday já pode ser vista no mercado brasileiro?
Mattos: Há três anos, a Black Friday se consolidou como a data mais importante para o varejo brasileiro. Com o amadurecimento do comércio eletrônico e a existência de órgãos reguladores ou associações representativas, como a camara-e.net, para acompanhar as boas práticas do mercado, a data promocional conquistou a confiança do consumidor e vem crescendo a cada ano.  
Qual a expectativa para este ano, uma vez que o varejo enfrentou desafios?
As expectativas são as melhores possíveis, pois muitos consumidores estão aguardando a data promocional para fazer suas compras com maiores descontos. A estimativa da camara-e.net é que a Black Friday atinja um faturamento 30% superior ao de 2015.
Falando em consumidores, o que eles esperam pra data? 
Os consumidores estão cada vez mais exigentes. Além de promoções reais, eles desejam variedade de produtos e meios de pagamento, agilidade, facilidade e atendimento personalizado, o que vai desde a apresentação de ofertas até o atendimento propriamente dito. A Braspag possui soluções como o Braspag Analytics que, com o uso do big data, auxilia o lojista a conhecer melhor o consumidor e o mercado no qual está inserido, de forma que possa realizar ações mais assertivas com estes clientes, de acordo com as suas necessidades, aumentando as chances de conversão.
Além de todo cuidado de sempre, quais são os cuidados que as empresas deverão ter?
Além de variedade em produtos e opções de pagamento, capacidade de tráfego, atendimento personalizado, bom prazo de entrega, promoções reais e segurança, os lojistas devem estar atentos aos carrinhos abandonados ou compras não efetivadas por autorizações negadas. Ferramentas de retentativa podem ser a solução para concretizar transações não realizadas por erros sistêmicos. Enquanto que, para as demais opções, saber o motivo do abandono do carrinho ou a falta de confirmação por outras razões possibilita oferecer novas possibilidades de realização daquela compra ao consumidor, aumentando a taxa de conversão e elevando a satisfação do cliente com a loja.
Quais serão as novidades do Black Friday deste ano?
Uma das principais tendências do varejo é a convergência de canais, o chamado ominichannel. Neste ano, essa tendência deve se intensificar devido à necessidade do consumidor de, muitas vezes, operar com diversos canais simultaneamente. Embora não seja uma novidade propriamente dita, neste ano também deve ocorrer um crescimento das compras em dispositivos móveis – em especial, os smartphones – que até então, possuíam mais importância como um canal de decisão para compras em outros dispositivos.
Já se sabe também que é possível expandir os bons resultados do evento para além. O que se deve fazer, então, para ter esse resultado?
A Black Friday é uma excelente oportunidade para fidelizar clientes. Mesmo com o crescimento contínuo, ainda há quem compre online pela primeira vez nesta data. Neste sentido, a satisfação do consumidor em todos os processos, desde a oferta até o recebimento do produto pode ser fundamental para a geração de futuras conversões de venda.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBlack Friday para além do varejo
Próximo artigoFim da Black Fraude?