VP da MicroStrategy anuncia planos para América Latina

0
2

Em visita ao Brasil, onde participou do III Encontro do Grupo de Usuários MicroStrategy, o VP para América Latina, Juan Bargagna, anunciou novos planos e reforçou a importância da região para a companhia. A MicroStrategy planeja fortalecer sua liderança como fornecedora de software e serviços para o mercado de Business Intelligence, com maior participação de seus parceiros nas vendas.

Para 2003, 40% da receita da companhia na AL deve vir de vendas indiretas e em 2004, a expectativa é que esta participação suba para 50%. “Nossa posição já está consolidada nos segmentos de varejo, finanças e telecom. Para este ano, nosso desafio será crescer nas áreas de saúde, seguros e governo, por meio de parcerias com integradores de sistemas que agreguem nossas soluções de BI às suas próprias soluções verticais”, diz Juan. No Brasil, exemplos dessa estratégia são as recentes parceiras com a Construtel, Gemco, Impactools e MV.

“Para se ter uma idéia da importância da MicroStrategy no mercado de BI da América Latina, destaca-se o fato de que 20% da receita no Brasil, responsável por 50% do faturamento total da companhia na região, é proveniente de empresas que trocaram soluções de BI de empresas concorrentes, por MicroStrategy”, enfatiza o executivo. A subsidiária brasileira é uma das mais rentáveis da corporação, com uma margem líquida de 52%, tendo crescido 35% em 2002 e atingido um faturamento de R$ 18 milhões.

Hoje no Brasil são mais de 10 mil os profissionais que apóiam suas decisões de negócio na plataforma MicroStrategy, via web. Em 2003, a previsão de crescimento da subsidiária brasileira é de 30%. E o México, por ser uma operação mais recente, deve apresentar um crescimento ainda maior, em termos percentuais.