Cade aprova aquisição da GMK pela Alcatel

0
4


O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a operação do grupo Alcatel na compra e incorporação da GMK Eletrônica, fabricante nacional de soluções para as chamadas unidades de respostas audíveis (IVR ou URA) usadas nas centrais de auto-atendimento por voz.

“A compra foi formalizada no último dia de 2005, após longo período de negociação entre as empresas, envolvendo intensos debates e operações de due dilligence até se decidir pela compra das cotas da GMK Eletrônica com sua posterior incorporação à Alcatel”, explica o advogado Paulo Bardella Caparelli, do Leite, Tosto e Barros Advogados Associados, escritório responsável por todo o processo de fusão e pela aprovação da operação no Cade. A empresa agora é uma unidade de negócios da Alcatel Telecomunicações S/A e passa a ser chamada de GMK-Genesys.

Segundo Bardella, os conselheiros entenderam que a compra e incorporação da GMK pela Alcatel não trazem prejuízo ao mercado. A operação foi aprovada por unanimidade sem restrições e sem qualquer aplicação de multa. “O processo de aprovação ocorreu dentro do prazo normal esperado, mesmo porque tomou-se a cautela de cumprir todos os procedimentos e entregar toda a documentação que o Cade exige na apresentação da operação. E só não foi mais rápido porque o assunto é extremamente técnico, já que não falamos de cerveja ou de frango”, avaliou o especialista.

A Alcatel investiu US$ 15 milhões na compra e prevê também para este ano cerca de US$ 3 milhões de dólares em investimentos no mercado de atuação da GMK.