Cinco processos inovadores de contratação

0
0
Com o objetivo de encontrar os melhores profissionais, as organizações têm investido cada vez mais em processos seletivos dinâmicos, inovadores e criativos. Além das competências técnicas, os recrutadores procuram conhecer melhor o candidato em aspectos comportamentais e verificar como o profissional se comporta quando é exposto a diferentes tipos de situações. O Love Mondays, comunidade de carreiras no qual os funcionários avaliam as empresas em que trabalham, mapeou em sua base de dados com cerca de 70 mil empresas, cinco processos inovadores para recrutamento de candidatos.
 
Seleção em 1 Dia
A Decathlon, multinacional varejista de artigos esportivos, realiza seu processo de seleção em apenas um dia. Em um período de cinco horas – que inclui a apresentação da empresa, da cultura organizacional e dos executivos – os candidatos participam do recrutamento diferenciado. Este envolve a prática de esportes, e também dinâmicas que visam encontrar o perfil ideal para trabalhar com prazer todos os dias e se desenvolver na empresa. Para a gerente de recrutamento e seleção, Blandine Grasso, esse tipo de recrutamento aumenta as chances de realizar uma contratação assertiva e diminuir o turnover, uma vez que não só é possível identificar personalidades com os mesmos valores da empresa, mas também permite que haja uma identificação mútua por parte dos candidatos. “Desde a implementação desse processo seletivo, em 2015, o índice de rotatividade diminuiu 5%”. Segundo Blandine, com a contratação do profissional correto para a vaga, é possível garantir sucesso para a empresa e seus colaboradores.
 
Interação Digital
O VivaReal, portal de anúncios de imóveis, interage com o candidato desde o momento em que o convida para participar do processo seletivo com e-mails, vídeos e informações sobre a entrevista. O teste técnico é realizado por meio de uma plataforma online. No dia da entrevista, o candidato participa de visitas guiadas pelas áreas comuns do prédio, faz o tour pelo museu Reviva e conhece o espaço em que irá trabalhar, caso seja aprovado. “É fundamental que o candidato compreenda o impacto do seu trabalho na nossa proposta de valor”, afirma Renata Lorenz, vice-presidente de Pessoas do VivaReal. Já que a empresa busca profissionais que se identifiquem com o DNA da companhia e que tenham paixão pelo que fazem.
 
Hackathon
A CI&T, especialista global em soluções digitais, utiliza uma série de processos seletivos diferentes, dentre eles os Hackathons, maratonas de desenvolvimento de software e os Dojos, encontros nos quais um grupo de programadores se reúne para trabalhar em conjunto em um desafio de programação. Por meio dessas seleções é possível avaliar inúmeras pessoas em um único dia. A gerente de engajamento e contratações, Marília Honório, destaca que após a implementação desse novo processo, cerca de mil profissionais por mês se inscrevem para participar. “Diferentemente do método tradicional, o candidato já conhece a equipe e trabalha junto no ambiente corporativo, por meio dos Hackatons ou Dojos. Ao mesmo tempo que o trabalho mão na massa contribui para que a CI&T selecione os melhores profissionais do mercado, a prática permite que os que mais se destacam possam experimentar o nosso ambiente corporativo e optar por ingressar na CI&T”, acrescenta.

Voz aos candidatos
A Totvs, empresa brasileira de software, desenvolveu projeto para reunir potenciais candidatos das melhores faculdades do País, que se inscreveram no programa de trainee. Esses graduandos são convidados para visitar a empresa e realizar um bate-papo com os executivos da companhia para que eles possam escutar as opiniões dos estudantes sobre como a empresa deveria se posicionar no mercado para atrair os jovens profissionais. O maior diferencial do programa é ouvir essas sugestões e poder implementá-las, na medida do possível. O VP de RH da Totvs, Flavio Balestrin, destaca que após a implementação do programa, aumentou de forma significativa a assertividade com relação ao perfil de profissionais que Totvs buscava, sempre voltado à inovação. “A procura por vagas aumentou cerca de 130% em comparação a 2014, e candidatos que participaram do processo e não foram aprovados, nos procuraram mesmo que para outras posições na companhia”, afirma.
 
Mobile
A PwC, empresa de prestação de serviços de auditoria, consultoria tributária e societária e também consultoria de negócios, realiza grande parte do processo de recrutamento e seleção de forma “mobile”. Com esse modelo, as primeiras fases do processo proporcionam grande mobilidade, flexibilidade e agilidade, uma vez que o candidato pode realizar os testes necessários, responder as job questions e participar de entrevistas virtuais a qualquer hora e em qualquer lugar. A entrevista presencial acontece no final do processo, e é utilizada de forma mais estratégica pela empresa, reduzindo custos e trazendo mais assertividade na contratação dos candidatos. A Gerente Senior de Recursos Humanos, Erika Braga, afirma que essa inovação se tornou muito mais atrativa para o mercado de talentos, proporcionando uma experiência única e inovadora tanto para candidatos quanto para gestores.