O canal para quem respira cliente.

Força do setor desperta atenção

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin



O crescimento da economia brasileira e, consequentemente, as novas oportunidades que estão se abrindo para o setor de call center vêm chamando a atenção de empresas internacionais. Na última semana, a americana Sutherland Global Services anunciou a intenção de abrir, já no próximo mês, um site em Fortaleza (CE).

 

Para Topázio Silveira Neto, presidente do Conselho da ABT, Associação Brasileira de Telesserviços, essa é uma movimentação natural. “O mercado brasileiro é muito grande, o que faz com que novos players olhem o País como opção para expansão dos negócios”, explica.

 

Ele comenta que ainda há espaço para ser explorado, porém ressalta que a atividade é bastante profissional e qualquer outra empresa que queira entrar no mercado, precisará competir naturalmente com quem já está estabelecido.

 

O presidente acrescenta que toda empresa que entra em um mercado novo, precisa de adaptação. “Acredito que isto deva ocorrer com qualquer nova empresa”, pontua. E se para as empresas brasileiras, este processo de adaptação já é complexo, para empresas internacionais, a questão cultural é um complicador adicional, na visão de Topázio. “Pensar globalmente é importante, mas com certeza, a diferença precisará ser feita pelas ações que forem tomadas localmente”, conclui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima