Índice avalia qualidade de vida no trabalho

0
7
A percepção corporativa de que produtividade e desempenho estão diretamente relacionados com a qualidade de vida dos colaboradores cresce constantemente. E fornecer segurança e conforto no ambiente profissional, reconhecer os talentos, promover um estilo de vida saudável e oportunidades de crescimento são alguns dos muitos fatores que influenciam no engajamento da equipe e na produtividade das organizações. Por acreditar nessa nova postura de gestão, a Sodexo Benefícios e Incentivos lança o Índice Sodexo de Qualidade de Vida no Trabalho (IQVT), ferramenta gratuita que mede a percepção dos brasileiros por meio de um teste on-line, que avalia diversos aspectos. O teste é individual e anônimo, e dura cerca de 5 minutos.
A primeira análise do IQVT apurou que o resultado geral do brasileiro em relação à qualidade de vida no trabalho é de 6,50 pontos, em uma escala 0 a 10. O índice também constatou que a qualidade de vida no trabalho é maior entre mulheres do que entre homens (6,52 pontos contra 6,49 pontos), destacando as interações sociais com colegas de trabalho e a eficiência tecnológica disponível na organização para desempenhar as atividades do dia a dia como os fatores que mais influenciam na percepção geral do público feminino.
“Essa ferramenta permite que o trabalhador e as empresas entendam melhor as dimensões da qualidade de vida no trabalho, e a partir desse entendimento, possam agir para o seu aperfeiçoamento. Pretendemos que a divulgação trimestral do Indicador amplie o debate sobre o tema da qualidade de vida no trabalho e contribua para a melhoria do ambiente e da produtividade nas organizações brasileiras”, comenta Fernando Cosenza, diretor executivo de sustentabilidade da Sodexo Benefícios e Incentivos.
O Índice Sodexo de Qualidade de Vida no trabalho (IQVT) é calculado a partir das respostas anônimas dos trabalhadores que acessam a pesquisa e será divulgado trimestralmente acompanhado de análises comparativas por sexo, faixa etária, região, grau de instrução do trabalhador, porte do empregador, ramo da economia, cargo e área de atuação do trabalhador.