Operadores ganham associação

0
2



A partir de um grupo de amigos que trabalham na área de call center e sentiram a necessidade de valorizar os profissionais do setor, nasceu a Anot, Associação Nacional dos Operadores de Telemarketing. Diferente de um sindicato, que atua com causas trabalhistas, a associação irá trabalhar com a autoestima dos profissionais. “Percebemos que não existe associações voltadas para operadores. E, ultimamente, algumas leis como a Não Perturbe, ou mesmo algumas notícias vinculadas pela mídia, têm sido contra esse profissional”, afirma Silvina Mendes Ribeiro, presidente da Anot.

 

Fazer um abaixo-assinado para derrubar a lei do Não Perturbe encabeça a lista de objetivos da nova associação. De acordo com Silvina, isso aumentará as oportunidades de emprego. “Precisamos de 100 mil assinaturas. Se cada um desses operadores, com sua família e amigos, entrar em nosso site e se cadastrar, vamos ultrapassar esse número necessário de assinaturas”, comenta. Até o começo desse ano, o setor contava com 850 mil teleoperadores no Brasil, de acordo com dados da ABT, Associação Brasileira de Telesserviço.

 

Outra premissa da Anot é a capacitação dos operadores. Silvina explica que a ideia é trabalhar com pessoas da segunda e terceira idade que querem retornar ao mercado de trabalho. Para tanto, a associação se valerá de workshops e cursos. A associação também está fechando parcerias com empresas de diferentes setores para oferecer descontos e promoções em serviços e produtos. “Qual é o operador de telemarketing que não quer fazer uma viagem de avião, por exemplo?”, indaga ao explicar os planos de proporcionar bem estar para esses profissionais. Todas as ações serão gratuitas e acontecerão pelo site da associação (www.anot.com.br). “Também vamos manter contato por e-mail e pelas próprias empresas de call center”, conclui.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFidelização de clientes
Próximo artigoRetomada do crescimento