O canal para quem respira cliente.

Qualificação profissional

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin



Além da crise vivida atualmente, outro aspecto gerador do desemprego é a falta de qualificação profissional. Para contribuir socialmente na mudança desse cenário, a Tmkt iniciou, no dia 10 de agosto, o projeto Escola Empresa junto à Escola de Educação Básica Tufi Dippe, localizada no bairro de Iririú, em Joinville (SC), cidade em que a companhia possui uma base de negócios desde 2007. Trata-se de um curso preparatório que visa oferecer a jovens e membros da comunidade desenvolvimento profissional, pessoal e cultural.

 

Essa ação tem ainda como objetivo auxiliar os jovens na conquista do primeiro emprego. Prova disso, é a grade curricular preparada e construída também com a experiência obtida pela Tmkt durante a aplicação do projeto, realizado há cinco anos, em São Paulo. Assim, as aulas são compostas por quatro módulos de formação: Informática; Mercado de Trabalho; Língua Portuguesa; e, por fim, o módulo da área de telemarketing. Os alunos também terão palestras e atividades diversas, relacionadas ao contexto do programa.

 

O curso é ministrado em uma sala de aula da escola com 25 computadores interligados em rede. As aulas acontecerão dois dias por semana, das 18h às 19h, até a primeira quinzena de dezembro. As turmas serão divididas em duas, e constituídas por 25 alunos cada. Como requisito, é necessário que o aluno ou membro da comunidade tenha cursado até o segundo ano do ensino médio. Caso o número de inscritos ultrapasse a capacidade inicial, uma seleção será feita de acordo com a classe social, renda familiar e localização de moradia.

 

No final do curso, os alunos vão receber um certificado, informando o total de horas e os módulos desenvolvidos. “Aqueles que alcançarem as habilidades e conhecimentos necessários para atuar no segmento de telemarketing poderão fazer parte do quadro de funcionários da Tmkt, condicionados a aprovação em processo seletivo”, ressalta Cida Carvalho, gerente de relações humanas da Tmkt.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Qualificação profissional

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin


A Associação Horizontes encerrou o primeiro semestre do ano com 4929 pessoas capacitadas e 2720 empregadas nas principais cidades onde atua: São Paulo, Jundiaí, Várzea Paulista, Florianópolis, São José e Palhoça. Há cerca de três anos, a entidade capacita gratuitamente, por meio do Projeto Horizontes, pessoas para as atividades de vendas, atendimento ao cliente e telemarketing, setor que tem gerado 60 mil postos de trabalho por ano no Brasil.

Além da atividade de qualificação profissional, a Horizontes atua na busca de oportunidades de emprego para essas pessoas por meio da construção de uma rede de empresas parceiras, que apóiam esse projeto da entidade e lhe destinam vagas. “Nossa meta é chegar aos 6 mil empregos gerados até o final do ano, o que representa um aumento de 20% em relação a 2004. Para isso, contamos com o apoio fundamental das empresas parceiras atuais e futuras”, afirma Rosana Rocha, presidente da entidade.

A entidade recentemente obteve certificação de OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), o que amplia as possibilidades de parceria para a associação e incentivos para as empresas que desejem apoiar os projetos sociais da entidade, o deve gerar reflexos na geração de mais empregos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima