Aproveite. Ainda dá tempo de inscrever seu case

O canal para quem suspira cliente.

São Paulo, Brasil - 22 de fevereiro de 2024, 06:57

A cultura cliente num amplo espectro do segmento alimentício

Daniel Carvalho, Marcos Carvalho, Antônio Sobrinho e Gustavo Costa

Diretores de Seara, Swift e Friboi destacam diferenciais que contribuem para entregar valor e se aproximar cada vez mais dos clientes

As empresas do grupo JBS, por sua abrangência e dinâmica diversificada e de grande magnitude dentro do ramo alimentício, precisam contar com inovação contínua para agregar valor às commodities que estão no centro do negócio. Operando em todas as vertentes de B2B e B2C em nível nacional e internacional, vendendo de carnes bovinas e pescados até legumes, as marcas que compõem o conglomerado não perdem de vista três pilares bem fundamentados: qualidade de produto, experiência de encantamento ao cliente e logística diferenciada. Tudo suportado por uma inteligência de dados colhidos globalmente e que direcionam as tomadas de decisão na busca pela vanguarda do mercado. Contando inúmeros exemplos práticos de como todos esses conceitos se transformam em realidade na entrega de valor no segmento alimentício, Daniel Carvalho, diretor da área de projetos e inovação da Seara, Marcos Carvalho, diretor de marketing da Swift, Antônio Sobrinho, diretor comercial da Friboi, e Gustavo Costa, diretor executivo de vendas da Friboi, participaram, hoje (15), da 563ª live da Série Lives – Entrevista ClienteSA, em apresentação que fez parte da programação da “2ª Semana da Centralidade no Cliente do Banco Original”, contando com transmissão ao vivo pelo canal ClienteSA Play.

Há 16 anos no grupo, todos eles vividos dentro da Friboi, Gustavo iniciou falando da estrutura da companhia para que tudo chegue da melhor forma ao consumidor final, configurando a preocupação da organização com os clientes. Responsável por toda a parte de distribuição ao varejo, ele contou um pouco da forma como os produtos saem das áreas produtivas para o mercado. Com 30 unidades, sendo três CDs – centros de distribuição e o restante saindo direto das plantas fabris, a companhia atende ao varejo em todo o território nacional. Já Antônio Sobrinho, enaltecendo o privilégio de estar nesse encontro justamente no Dia do Cliente, reforçou a atenção que a organização dá à sua base comercial, vendo no cliente a razão de ser e da necessidade de ouvi-lo com muita acuidade. Responsável pelo relacionamento com os clientes em duas regiões do país, falou do esforço em encantá-los com tudo que a marca pode oferecer.

Por usa, vez, expondo sua experiência em outros segmentos, incluindo uma jornada de inovação à frente de startup, Daniel descreveu a missão assumida no grupo de agregar ferramentas e serviços e demais providências para criar valor aos clientes, em fase de assumir um novo projeto, todo voltado para inovações. Ao passo que Marcos Carvalho, responsável hoje pelo marketing da Swift, ressaltou o case diferenciado que representa a organização, exemplificando com o fato de a mesma, em menos de oito anos, haver expandido sua rede de varejo, lojas próprias e com parceiros, de 35 para 200, além dos canais da “loja móvel”, com as vans, e do on-line. “De 2015 para cá tivemos a oportunidade de remodelar a marca, modernizando-a em estrutura e layout, além de conseguir com que, na nossa empresa, todo dia seja ‘dia do cliente’. Como atuamos tanto produzindo – com nossa unidade em Andradina (SP) -, como vendendo, damos um valor enorme ao cliente, estando na retaguarda e na linha de frente desse relacionamento.”

Instigados a falar de como é aplicado, em cada uma das empresas do grupo, o esforço para entregar valor em uma experiência de encantamento, o próprio Marcos se propôs a responder. No seu entender, essa é justamente a missão assumida pela Swift que, de um começo modesto, obteve a virada adotando o “jeito Swift de ser”, mantra que se expressa na prática de aquecer a dinâmica do marketing boca a boca. “Nossos colaboradores, nas lojas, são preparados para se sentirem donos do estabelecimento e receberem os consumidores com o máximo de atenção e cordialidade.” E destrinchou o esforço que isso demanda, pois têm de entender de um negócio que, só da área de bovinos, oferece mais de 140 cortes de carne. Em resumo, o executivo garante que, ao agregar, com sucesso, qualidade e atendimento diferenciado, conquistou clientes que falam com paixão da marca.

Já quando o assunto rumou para inteligência de mercado, Gustavo foi quem explicou a preocupação da Friboi em trabalhar rigidamente a base de dados. “Como temos o privilégio de estar presentes em várias partes do mundo com nossos produtos, isso também favorece na obtenção de uma grande riqueza de informações.” E descreveu de que forma, atuando em um oscilante mercado de commodities, as ferramentas de tratamento e análise de dados permitem uma atuação de vanguarda no mercado, com alto grau de assertividade junto aos clientes. Enquanto Daniel, falando da Seara, ofereceu dois exemplos práticos, na rota da atuação B2B e junto ao consumidor final, de como as informações se transformam em resultados positivos na dinâmica da organização.

Enquanto os detalhes da cultura de centralidade do cliente, a partir da paixão por proporcionar experiências memoráveis, ficou a cargo de Antônio Sobrinho, segundo o qual, quando se dá o máximo e a mesma atenção a todos, isso contagia quem quer que esteja em volta. Na sua concepção, essa cultura de proximidade com o cliente parte do sentimento de gostar de servir. E expôs sua preocupação em chegar ao “fator uau!” junto aos consumidores criando produtos diferenciados, movimento que significou uma guinada nas estratégias da Friboi. Ao longo da live, os executivos ainda deram suas visões sobre questões tais como processos de melhorias nas interações, treinamento em CX, engajamento dos clientes internos e externos, logística e experiência do cliente, incluindo a atuação internacional.

O vídeo, na íntegra, está disponível em nosso canal no Youtube, o ClienteSA Play, junto com as outras 562 lives realizadas desde março de 2020. Aproveite para também se inscrever. Hoje, às 16h, o tema “Metaverso, NFT, criptomoedas e as mudanças na relação de consumo” será analisado por Cintia Ferreira, Simone Sancho, Núbia Mota e Lívia Elektra, cofundadoras da Eve NFT. E a Série Lives – Entrevista ClienteSA encerra a semana amanhã (15), com dois encontros em parceria com o Banco Original: às 10 horas, “O que mudou em locação de carros na experiência do cliente pós-pandemia”, com Jamyl Jarrus Junior, diretor comercial da Movida; e, às 16 horas, “Inteligência Artificial para melhorar o engajamento e a experiência do consumidor”, com Márcia Asano, VP Global da Sinch.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima