Ao invés de teclar, falar

0
18
Agora vamos usar nossas vozes. É o que diz a nova pesquisa do Adobe Digital Insights (ADI), que descobriu que as vendas de assistente de voz cresceram 103% no quarto trimestre de 2017 na comparação com o mesmo período de 2016. “Estamos caminhando na direção de um futuro no qual os consumidores nem sempre vão precisar de uma tela para interagir com seus dispositivos”, disse Costa Lasiy, analista sênior do ADI. “Nossa pesquisa mostra que não só as pessoas estão mais confiantes com a tecnologia baseada em voz, mas a adoção também está aumentando. Acreditamos que essa tendência deve acelerar no próximo ano, conforme mais dispositivos ativados por voz forem lançados e também conforme as empresas começarem a incorporar o recurso de voz em seus atuais produtos e serviços.”
De acordo com a pesquisa, mais de metade dos consumidores que têm um assistente de voz o usam pelo menos uma vez por dia. Além disso, 22% das pessoas que têm o dispositivo disseram fazem compras usando comandos de voz. “A razão pela qual as pessoas adotam tecnologia de voz mais rápido do que nunca é o fato de que a tecnologia melhorou tremendamente e os consumidores estão percebendo isso”, disseram Lasiy. Ainda segundo o estudo, a grande maioria dos usuários acredita que a qualidade atual do reconhecimento de voz é boa, com apenas 4% considerando-a ruim. Os usos mais populares para dispositivos de assistente de voz são ouvir música (61%), verificar a previsão do tempo (60%), fazer perguntas divertidas (54%) e pesquisar (53%).
A análise do ADI se baseia em dados de consumidores agregados e anônimos, com mais de 55 bilhões de visitas a mais de 250 sites de comércio nos Estados Unidos. Parte da pesquisa inclui uma entrevista com mais de mil consumidores americanos.