Clique e visite a landing do Congresso ClienteSA 2022

O canal para quem respira cliente.

Eurofarma lança plataforma para delivery de medicamentos

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

A Eurofarma anunciou o lançamento da sua plataforma Salus, cujo objetivo é o de facilitar o acesso ao medicamento de uso contínuo. O programa disponibiliza tokens digitais aos médicos, que entregam aos seus pacientes para que estes recebam, em sua residência, uma amostra grátis do medicamento prescrito para começar o tratamento. Para implementação do projeto, a companhia contou com todo o apoio e desenvolvimento da Compass e da AWS, que juntas utilizaram o modelo de trabalho “Working Backwards” e a aplicação de frameworks ágeis, como Lean Inception e Product BackLog Building, proporcionando à plataforma transações protegidas e seguras baseadas na tecnologia blockchain. 

Segundo nota da empresa, “o lançamento está alinhado à missão de promover o acesso à saúde e à qualidade de vida com tratamentos a preço justo de forma sustentável e com compartilhamento de valor com a sociedade”. Todo o desenvolvimento, da estruturação até a implementação, levou apenas 60 dias para ser completado.

Com o novo produto digital, que se inicia com o medicamento Antara 250, utilizado para tratar epilepsia, “a farmacêutica moderniza seu programa de distribuição, complementa o atendimento médico e facilita a entrega de amostras grátis aos pacientes, antes realizada exclusivamente de maneira presencial nos consultórios. Para um futuro breve, o objetivo é ampliar para todos os produtos utilizados por portadores de doenças crônicas e eventualmente outros medicamentos”, diz a nota.

Além disso, também futuramente a companhia almeja desenvolver a plataforma para que seja um hub de saúde. À medida que o paciente for atingindo alguns objetivos durante o período de terapia, poderá trocar o token digital, que tem seu valor monetário, por produtos e serviços que agreguem valor à sua saúde, como academias, fisioterapias, produtos orgânicos, entre outros.

O fluxo do programa funciona da seguinte forma:  A Eurofarma gera tokens na plataforma Salus e, em seguida, propagandistas da empresa agendam visita aos médicos-alvo do programa e oferecem a solução Salus. Caso os médicos aceitem, os propagandistas enviam acesso ao Salus, onde poderão conferir os tokens disponíveis. Após atendimento a um paciente, os médicos realizam a prescrição do produto e oferecem ao paciente a solução. Se o visitado tiver interesse, acessa a plataforma na área Paciente e faz a solicitação da unidade grátis do medicamento. A partir daí, os parceiros da Eurofarma fazem a separação e entrega do produto ao paciente e faz o ressarcimento aos parceiros pelo medicamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima