Europeus aprovam auto-atendimento

0
3



Um número cada vez maior de consumidores europeus utiliza o serviço de auto-atendimento na rotina diária. A última pesquisa realizada pela NCR Corporation demonstra que um percentual cada vez maior de pessoas dá preferência àquelas empresas que oferecem opções do tipo “faça você mesmo”.


Realizada pela BuzzBack Market Research, o estudo revelou que 67%, ou cerca de sete em cada dez consumidores na França, Alemanha, Itália, Espanha e no Reino Unido estão mais propensos a realizar negócios com empresas que ofereçam flexibilidade na interação com os clientes por meio de serviços de auto-atendimento, sejam eles disponibilizados pela Internet, dispositivos móveis, quiosques ou ATMs. Além disso, 56% declararam que a propensão em utilizar serviços de auto-atendimento aumentou ao longo do último ano.


Segundo Bill Nuti, presidente e CEO da NCR, as inovações tecnológicas e as mudanças ocorridas no comportamento dos consumidores, estão forçando as empresas a se adaptarem a um tipo de consumidor que está mudando a maneira pela qual se conecta, interage e realiza transações com as empresas. “A revolução ocorrida nos serviços de auto-atendimento é concreta, uma vez que os consumidores buscam maneiras de obter ganhos pessoais com a utilização. O auto-atendimento é conveniente e eficiente, permitindo ganho de tempo e controle sobre as próprias transações”, afirmou.


Além de estarem mais propensos a realizar negócios com empresas que oferecem serviços de auto-atendimento, 58% dos entrevistados declararam que a disponibilidade das tecnologias de auto-atendimento cria uma percepção mais positiva acerca das marcas das empresas. A pesquisa também demonstrou que os consumidores europeus claramente valorizam a possibilidade de utilizarem a combinação de canais de auto-atendimento, como o PDA ou telefone celular, a Internet e os locais de acesso como quiosques ou ATMs, para melhorarem sua experiência de maneira generalizada.