FNQ e FGV lançam grupo de inovação

0
2



A Fundação Nacional da Qualidade, FNQ, e a Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas, FGV – EAESP, lançaram o Grupo de Estudo – Gestão da Inovação para debater e disseminar conceitos sobre o tema. O grupo conta com a participação de mais de 25 empresas e instituições parceiras, entre as quais a Suzano, Siemens, Embraer, Fibria Celulose, Correios, Cemig, Abbott, Promon, além do Instituto Ethos, Confederação Nacional da Indústria e Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras.

 

Para fazer parte do time, as companhias passaram por um processo de avaliação, em que tiveram que cadastrar as práticas de inovação no Banco de Boas Práticas da FNQ e submetê-las a uma análise de acordo com o Modelo de Excelência da Gestão (MEG), disseminado pela Fundação. As empresas com as melhores iniciativas foram selecionadas para ingressar a equipe.

 

Sob a coordenação técnica do professor da FGV – EAESP Marcos Vasconcellos, o grupo pretende se reunir mensalmente para discutir o conceito de gestão da inovação, compartilhar casos de sucessos, realizar pesquisas, produzir artigos e publicações, bem como desenvolver capacitações sobre o assunto e conscientizar as organizações brasileiras sobre a importância da inovação.

 

O superintendente-geral da FNQ, Jairo Martins, destaca que inovar é uma necessidade básica das empresas para assegurar sua perenidade e aumentar sua competitividade no mercado, garantindo que o Brasil possa melhor aproveitar as oportunidades do atual momento econômico. “Cada vez mais, a inovação precisa fazer parte da cultura das organizações e deve estar relacionada não apenas à tecnologia, pesquisa e desenvolvimento, mas compreender todas as áreas da empresa, como marketing, gestão de pessoas, relacionamento com cliente e sociedade, etc.”, conclui.