Gestão de pessoas com foco nos negócios

0
5



Realizado ontem (17/04), pela Conference ClienteSA, o “Human & Resources – Valorização e geração de competência profissional” trouxe debates importantes para o setor. Com cases de sucesso que agregam conhecimento, o evento trouxe aos executivos idéias para implementar práticas de um novo modelo de relacionamento com os clientes e de uma nova gestão de pessoas.


O primeiro painel contou com a presença de Gilberto Guimarães, presidente da BPI Groupe, e Paulo Neto Leite, presidente da ABT e Dedic. Guimarães falou sobre a era do conhecimento, onde empresas têm de buscar inovação ou serão ultrapassadas. “As principais empresas de hoje, como Microsoft e Google, nasceram a partir do bom uso da informação”, disse. Já Leite apresentou o programa Dedic Educação, onde a empresa investe em educação como meio para qualificar e dar chances de crescimento aos colaboradores.


O segundo debate, mediado por Rogério Leme, diretor da AncoraRh e da Leme Consultoria, discutiu o caminho para gerar e suportar cultura. Com apresentações de Márcia de Paulo Freitas, diretora da Mapfre Seguros, Aparecida Garcia, diretora da ACSe Alessandro Damásio, regional manager da Aspect, o tema foi comentado com ênfase em programas de treinamento e capacitação antes mesmo dos funcionários serem contratados.


Para Márcia, da Mapfre, a inexperiência do jovem ou de pessoas acima de 40 anos, não é considerada um fato negativo, pelo contrário. “Só contratamos inexperientes em call center e seguros. Para que possamos formar a cultura da empresa na pessoa”, explica. Na ACS, que também tem um programa de treinamento antes da contratação, o principal objetivo é “ter um modelo de gestão de pessoas para gerar experiências positivas”, diz Aparecida. Já Damásio, da Aspect, comentou sobre o uso da tecnologia como aliada na melhoria dos serviços e na gestão.


O desafio de motivar e gerar competência foi o tema do terceiro painel, moderado por Washington Fachola, da Intrabase. A primeira apresentação foi de Márcia Naves, gerente de educação corporativa da Claro, que mostrou o e-learning, programa que a empresa utiliza para treinar, virtualmente, os 41.000 colaboradores ligados a vendas. “Reduzimos custos, ganhamos tempo e temos interatividade”, diz.


Graziela Queiroz, diretora da Am3 comentou que o mercado de call center exige qualificação constante e o desafio da empresa é “viabilizar a capacitação e ter operadores qualificados na PA”. Juliana Grasso, diretora executiva da Fundetec, falou sobre a importância da educação para que o funcionário consiga ter oportunidades de carreira. E a fonoaudióloga e diretora da Comunik, Renata Garcia Alloza, ressaltou que é fundamental olhar para os funcionários como pessoas e fazê-los entender que o conhecimento é importante em qualquer empresa.


O quarto e último painel, mediado por Roberto Madruga, presidente da Conquist e debatido por Roberto Dechiare Junior, diretor executivo da ddCom, contou com a participação de Acácio Queiroz, presidente da Chubb Seguros que mostrou o case da Chubb e como a empresa fez para crescer investindo em pessoas. “Só é líder de sucesso aquele que consegue fazer com que outras pessoas cresçam”, disse Queiroz.