Aproveite. Ainda dá tempo de inscrever seu case

O canal para quem suspira cliente.

São Paulo, Brasil - 26 de fevereiro de 2024, 04:05

Mimo Live Sales lança curso sobre live shopping

Monique Lima, cofundadora da Mimo

Destinado, inicialmente, às marcas clientes, treinamento visa ensinar empresas a se aproximarem mais de seus públicos

A Mimo Live Sales anunciou o lançamento do primeiro curso através do qual se propõe a compartilhar a expertise sobre live shopping, disponibilizado através da Grano, plataforma de microlearning, para empresas, instituições e produtores e, em princípio, disponível para as marcas clientes da empresa. “O live shopping vem revolucionando a forma com que as pessoas compram e vendem produtos. Essa modalidade de compra on-line ao vivo, que trouxe um olhar mais humanizado para o consumo na rede, tem suas raízes na China, onde, até 2023, espera-se uma receita de 500 bilhões de dólares”, afirmou Monique Lima, cofundadora da Mimo. 

De acordo com a executiva, após centenas de lives shopping de produtos que vão desde roupas, acessórios, cosméticos, colchões, produtos agrícolas até apartamentos, a empresa entendeu a importância de dividir esse conhecimento. “O objetivo é que mais empresas tenham chance de expandir a conexão com seus consumidores e de ampliar suas vendas através de mais esse canal. São abordados todos os passos para a produção de uma live bem sucedida, incluindo público alvo, divulgação, cenário, roteiro, principais gatilhos de venda, escolha e treinamento de apresentadores, tecnologia, etc”, assegurou Monique.

De acordo com Marcos Schestak, CEO da Grano, o método de microlearning é uma tendência de mercado devido às gerações Milleniuns e Z que atualmente já representam mais de 50% da força ativa de trabalho. “As empresas que optam por oferecer cursos com linguagem de conteúdo educacional mais similar às redes sociais, conseguem ter taxas de sucesso, atenção e engajamento mais interessantes”.

Vantagens do live shopping

“Enquanto no e-commerce tradicional, a conversão de vendas não passa de 2%, no live commerce chega até 30%”, garante a executiva. Segundo ela, com a modalidade “as marcas têm a oportunidade de estreitar o relacionamento com o seu público oferecendo descontos e levando dicas de ouro ao público sobre cada produto, além de possibilitarem vendas em escala já que uma transmissão ao vivo é capaz de atingir 1.000, 100.000 e até 1 milhão de pessoas de forma simultânea, algo impossível de ser feito na loja física”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima