Procon-SP orienta sobre determinação da Anatel

0
2



A Fundação  Procon-SP orienta  os consumidores a não comprarem chips da operadora Claro a partir de hoje, 23, tendo em vista a determinação da Anatel, Agência Nacional de Telecomunicações, de suspender a comercialização de novas linhas por parte da empresa.

 

Caso o consumidor consiga adquirir o chip, ele tem o direito a devolver o produto e receber o dinheiro de volta, da Claro ou do ponto de venda, já que  não  poderá  usufruir  do  serviço.  Para isso é preciso comprovar com documento fiscal que o produto foi adquirido após esta segunda-feira, 23, quando passa a valer a medida da agência reguladora.

 

Todos os pontos de venda da operadores devem ter afixado em local visível a seguinte informação: “Por determinação  da  Agência  Nacional  de Telecomunicações (Anatel), a fim de garantir a melhoria da qualidade do serviço prestado ao consumidor, está suspensa a venda de planos de serviço de telefonia móvel, de voz e dados.”

 

Em caso de descumprimento da medida, o consumidor deve denunciar a empresa à Anatel pelo site do órgão. Se tiver dúvidas ou quiser fazer uma reclamação, o consumidor também pode procurar um dos postos do Procon.