Recursos Humanos em Hotelaria

0
1

Luxor Hotéis investe em programas de RH e mantém estável e motivado seu quadro de colaboradores Com filosofia empresarial voltada para a satisfação e valorização de seus colaboradores, Luxor Hotéis, empresa de capital 100% brasileiro, investe em políticas diferenciadas de Recursos Humanos e mantém baixa a rotatividade de seu quadro de funcionários.

O objetivo é deixar os seus quase 700 colaboradores motivados e conseqüentemente mais produtivos. Os programas vão desde a implantação de sistemas de metas que avaliam critérios como pontualidade e assiduidade e geram benefícios, a realização de treinamentos e criação de prêmios.

De acordo com Admar Braga, Superintendente de Administração da rede, a política de RH de Luxor Hotéis não é normativa mas sim, uma filosofia. “Enxergamos nosso funcionário como o nosso maior patrimônio, já que vendemos nossos serviços numa atividade de relacionamentos. Para que o tratamento com o hóspede seja impecável é preciso que as relações internas sejam de respeito, confiança e admiração”, diz Admar.
Nesse sentido, pode-se afirmar que em Luxor Hotéis, em seu quase um século de existência, a motivação dos funcionários acontece em razão de um conjunto de fatores que inclui: uma eficiente administração de pessoal, um plano de cargos e salários adequado ao mercado, programas motivacionais, benefícios oferecidos que muitas vezes se estendem à família, e prioritariamente, a valorização do papel de cada colaborador na empresa, através de um amplo programa de treinamento. O resultado do desempenho de todos depende da ação produtiva de cada um.

A rede possui no Rio quatro hotéis e promove no nível executivo um ciclo de mudanças de seus gerentes que passam a atuar em unidades diferentes a cada 05 anos. O intuito dessa operação é criar novos desafios para o profissional e com isso evitar acomodação involuntária , além de promover troca de experiências e informações entre eles.

Outra preocupação de Luxor Hotéis é valorizar e aproveitar quem já está na empresa. Há empresas que buscam profissionais fora da casa quando surgem suas melhores oportunidades. “Em Luxor Hotéis, isso não acontece, eu por exemplo, comecei como auxiliar de escritório”, comenta Admar Braga que trabalha na rede há 30 anos.

À frente da portaria social do Luxor Copacabana há mais de 30 anos, o Sr. Sebastião Gomes de Souza, 66 anos de idade, é a expressão fiel da filosofia de trabalho adotada pela empresa, ele comenta com satisfação os benefícios concedidos – “existem muitas vantagens em trabalhar no Luxor, nas férias ganhamos cortesia de 10 dias num hotel em Cabo Frio para ser desfrutado com mais sete familiares. E no final do ano, o funcionário que mais se destacar ganha, além de reconhecimento interno, um prêmio de mais dois salários mínimo”, conclui.