Telefonia móvel registra desacelaração

0
8


Com 770.895 novas adesões em outubro, a telefonia móvel celular alcançou a marca de 96.641.799 acessos em serviço no Brasil no encerramento do décimo mês do ano. Do total, 78.060.088 são pré-pagos (80,77%) e 18.581.711 (19,23%), pós-pagos. Desde 2002, quando registrou 516,4 mil adesões, o setor não apresentava resultado inferior a um milhão de novas habilitações no mês de outubro. Apenas os meses de fevereiro (com 594.407 adesões) e junho (em que houve uma redução de 617.165 assinantes) tiveram, neste ano, resultado inferior ao de outubro.

Nos dez primeiros meses do ano, o Serviço Móvel Pessoal (SMP) ampliou sua base em mais 10.431.463 assinantes, número que é 49,87% inferior às 15.634.153 adesões obtidas pelo setor no mesmo período do ano passado. Em 12 meses – de novembro de 2005 a outubro de 2006 – a telefonia celular cresceu 18,96%, agregando 15.402.069 novos acessos em serviço à planta móvel brasileira.

A teledensidade do serviço móvel continua, no entanto, em expansão. O indicador, que é utilizado internacionalmente para demonstrar o número de telefones ativos em cada grupo de 100 habitantes, teve índice de 51,62 em outubro, contra 51,26 obtidos em setembro. Neste ano, a teledensidade brasileira cresceu 10,82%, e, em 12 meses, 17,32%. O Distrito Federal (DF) permanece na liderança do indicador, com índice de 109,37, o que representa 1,09 telefone celular em serviço para cada habitante.

Mercado – A participação da líder Vivo no mercado continua em queda – agora tem 29,79% (detinha 29,96% em setembro e 34,54% em dezembro de 2005), seguida da TIM, com 25,23% (era 25,14% em setembro e 23,42% em dezembro de 2005). De dezembro de 2005 prá cá, a diferença entre as duas maiores caiu de 11,12 pontos percentuais para 4,56 pontos percentuais.

A Claro tem 23,26% do mercado (23,13% em setembro) e permanece em terceiro lugar. A Oi (Telemar) também sofreu ligeira queda: de 13,19% em setembro, para 13,15% em outubro; o mesmo acontecendo com a Telemig Celular/Amazônia Celular, que caiu de 4,90% em setembro para 4,85% em outubro. A 14BrasilTelecom GSM tem 3,19% do mercado (3,18% em setembro); a CTBC Telecom Celular detém 0,44% (0,41% em setembro); enquanto a Sercomtel Celular continua com 0,09% do mercado.

A Tecnologia GSM permanece em expansão e na liderança do mercado, com 59.847.369 acessos (eram 58.708.131 em setembro), ou 61,93% do total. A tecnologia CDMA tem 25.338.882 acessos em serviço (25.124.771 em setembro), ou 26,22% do total, e a TDMA, 11.384.960 acessos ou 11,78%. A tecnologia analógica AMPS possui apenas 70.588 acessos (0,07% do total).