Tendências no SMS Corporativo

0
2
A Acision apresentou os resultados do seu décimo-segundo relatório Mavam Brasil 2014 (Acision Monitor of Mobile Value Added Services, VAS), que analisa as tendências de evolução e uso do SVA no Brasil. Com os aplicativos de mensagens para pessoas (A2P) crescendo aceleradamente e as empresas interagindo de novas formas com seus clientes, o relatório deste ano teve seu foco voltado para o SVA “SMS Corporativo” para aumentar o relacionamento com o cliente. O estudo revelou tendências no mercado brasileiro, que impactaram a receita das operadoras e, ao mesmo tempo, destaca áreas de oportunidades. As operadoras brasileiras viram um crescimento positivo nas receitas advindas do SVA, gerando mais de R$ 4,36 bilhões em vendas líquidas e responsável por 30% da receita total das operadoras com serviços móveis, representando 22% de crescimento sobre o mesmo período do ano passado.
O maior crescimento na receita SVA veio da internet móvel, responsável por 63% de todas as vendas líquidas de SVA no 2º trimestre de 2014, totalizando R$ 2,7 bilhões, 31% a mais que no 2º trimestre de 2013. Esse salto no uso da internet móvel provavelmente se deve à rápida adoção dos smartphones. A Convergencia Research calculou que a penetração dos smartphones seja de 30% na América Latina, hoje, e estima taxas de crescimento anual de mais de 60%, dependendo do país. Neste ano, 81% dos entrevistados no Brasil tinham um smartphone, um aumento de 17% comparado com o ano passado. Embora os serviços OTT e de mensagem instantânea sejam hoje uma das opções mais populares para a comunicação via smartphone, 81% dos entrevistados afirmaram que usaram SMS nos últimos três meses e o mesmo percentual afirmou que o SMS era o serviço que usavam com mais frequência. Entretanto, a adoção dos serviços de OTT e de mensagem instantânea via mídia social teve um impacto negativo nas vendas líquidas de SMS, que caíram 6% no 2º trimestre de 2014, comparado com o mesmo período do ano passado, gerando R$ 1,09 bilhão de receita. Hoje, 90% dos usuários de smartphone usam pela menos um aplicativo de mensagem instantânea ou OTT e, em média, os entrevistados tinham três aplicativos de mensagens, incluindo SMS.
“Com o uso cada vez maior de smartphones no Brasil e com os serviços de internet móvel mais acessíveis, é compreensível que usuários migrem para serviços de mensagens OTT baseados em banda-larga, principalmente considerando a percepção de gratuidade. Isso, por sua vez, significa que a receita geral de SVA esta crescendo à medida que mais pacotes de dados são vendidos como parte dos contratos pós-pago, que cresceram 33% em um ano, resultando em um uso maior dos serviços e tráfego via internet. Também demonstra que todo o tipo de uso de mensagem continua a crescer, destacando que o SMS ainda é um serviço essencial, sendo o serviço usado com mais frequência por todos os usuários de celular, e ainda está entre as três principais plataformas de mensagem, mesmo entre os usuários de smartphones”, afirma Fátima Raimondi, vice-presidente sênior e gerente geral para a América Latina da Acision. 
A mudança na dinâmica do consumidor e como ele usa seu telefone para se conectar com as empresas também está presente no relatório, apontando que 71% usaram seus smartphones para procurar informações sobre produtos e serviços e 69% afirmando que recebem e leem os SMS enviados para seus smartphones por empresas, lojas ou marcas. Além disso, embora os aplicativos usados para receber atualizações de marcas ou empresas tenham baixa penetração (44%), esse número ainda é significativo. Na mesma linha, apenas 30% dos entrevistados disseram que usaram seu smartphone para fazer compras. Entretanto, os aplicativos que facilitam as transações monetárias estão entre os de maior penetração (46%).
Os tipos mais comuns de notificações SMS são aqueles relacionados a serviços médicos, tais como lembretes de consultas ou exames (33%). Quando o assunto é outro conteúdo enviado por empresas, os alertas e descontos são os que têm mais alta penetração (64%), seguido de propaganda (62%) e atualizações, tais como lançamentos de produtos exclusivos (39%). Dos clientes, 26% disseram que não viam nenhum problema em enviar informações pessoais via SMS ou OTT para uma empresa em quem confiam, mas se sentiam mais seguros quando tinham a opção de enviar essas informações usando um aplicativo criado pela própria empresa (31%).
 
“Ao olhar para essas respostas vemos uma oportunidade enorme não só para aprimorar o diálogo com os consumidores, mas também para aprimorar a forma de fazermos isso, talvez integrando os canais de comunicação existentes (busca, e-mails, SMS e vídeos) com os aplicativos. Embora o fuseMe da Acision seja uma ferramenta OTT que oferece um diálogo multicanal com os usuários, também temos nossa plataforma Forge by Acision que oferece às empresas serviços seguros de mensagem corporativa além de acesso a APIs e SDKs abertos que permitem que as empresas desenvolvam novas soluções que possam incorporar uma enorme gama de serviços ‘com o toque de uma tecla’, tais como clicar para ligar, compartilhar vídeo e conteúdo com novos modelos de diálogo bilateral – tudo em tempo real aprimorando a interação humana. O Mavam não só proporciona as informações que as empresas de todos os setores precisam para tomar decisões embasadas sobre sua abordagem à comunicação móvel, como lançamos o Acision Mobile Gameplan, uma estrutura interativa que ajuda as empresas a construir estratégias móveis de sucesso. O momento de criar serviços melhores de interação é agora, e estamos aqui para ajudar,” conclui Raimondi.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProcesso decisório
Próximo artigoO que o futuro nos reserva?