Inadimplência se concentra nas dívidas altas

0
1



A maior parte das dívidas registradas pelo comércio brasileiro no mês de janeiro está relacionada a valores altos, acima de R$ 500. De acordo com o indicador mensal de inadimplência do SPC Brasil (Sistema de Proteção ao Crédito), o calote no comércio fechou em alta de 11,8% ante janeiro do ano passado. Do total de inadimplentes, 30,71% têm pendências em atraso contraídas por compras com valor acima de R$ 500.

 

Na avaliação da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), o resultado ainda é reflexo dos estímulos dados pelo Governo Federal ao longo de 2012, como a redução do IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados) para setor de automóveis, móveis e produtos da linha branca. “O setor automobilístico fechou 2012 com um recorde de vendas. Mas aqueles consumidores que não se planejam corretamente tendem a entrar em situação de inadimplência”, observa o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior.