Inadimplência sobe

0
2



A inadimplência – número de registros incluídos no SPC Brasil -, em fevereiro, registrou aumento de 5,33%, na comparação com janeiro. O resultado expõe ainda o imperativo de abundantes obrigações financeiras do início do ano, a exemplo de impostos, taxas e reajuste de preços administrados. Na comparação com fevereiro de 2009, ela cresceu 0,75%. No acumulado do ano, ao contrário, houve queda de -2,97%, pela tendência de expansão cada vez mais robusta do consumo interno.

 

A maioria (54,5%) das pessoas registradas no SPC Brasil foi mulheres. Mas também foi o sexo feminino que realizou a maior parte dos cancelamentos (55,94%), ou seja, quitou os débitos. O parcelamento das compras natalinas em suaves prestações foi responsável pela concentração da inadimplência nas faixas abaixo de R$ 100,00 (52,1%).

 

Já o número de consultas ao SPC Brasil para compras a prazo e pagamentos em cheque, na comparação fevereiro com janeiro, teve redução de 7,72%, fruto da sazonalidade. Fevereiro tem menos dias úteis e o Carnaval no calendário. No confronto com o mesmo mês do ano anterior, registrou-se crescimento de 5,85% e no acumulado do ano, alta de 6,25%.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCall centers na mira da Seal
Próximo artigoTecnologia como diferencial