As tendências para 2015

0
1
O ano já começou trazendo muitos desafios para as empresas no atendimento aos clientes. Nesse cenário, é fundamental estar a par das principais tendências em gestão de clientes, como software na nuvem, atendimento eletrônico e analytics, como aponta Celina Gazeti, sócia-diretora da Vox Consulting. Tanto que a executiva lista as cinco principais estratégias que deverão estar na agenda dos profissionais do setor esse ano:
Treinamento e engajamento dos agentes de atendimento
“Sem dúvidas, esse é o maior desafio do setor em 2015. Nos últimos anos, houve uma expansão dos serviços, o que fez com que as empresas tivessem que rapidamente completar seus quadros. Agora é o momento de desenvolver e reter as pessoas na organização. A diminuição do turnover continua sendo um item importante na pauta do call center”, afirma Celina.
Software na nuvem
A tendência da nuvem também chegou ao call center, com a oferta de plataformas robustas, baseadas na tecnologia. “A vantagem da tecnologia na nuvem sobre o legado é muito grande, e a economia em termos de recursos é importante. Além do mais, o call center hoje precisa de agilidade na mudança de processos e escopo das ferramentas, e isso os sistemas legados não conseguem prover”, lembra Celina.
Atendimento automatizado e integração
Essa é uma tendência que vem se intensificando nos últimos anos, nem todos os contact centers conseguiram unir a automatização com a eficiência no atendimento. “Em vários casos, mesmo depois que o cliente passa pela URA e escolhe suas opções, ele precisa repetir novamente a informação para o atendente. O processo de automatização precisa estar mais integrado para que realmente o contact center ganhe em eficiência e agilidade”, explica Celina.
Relatórios e métricas em tempo real
O poder computacional está justamente na capacidade de processamento das máquinas e na possibilidade de encontrar padrões e gerar análises que uma pessoa não consegue, ou não teria tempo para fazer. Novas plataformas, principalmente as na nuvem, trazem relatórios e métricas em tempo real para o gestor do contact center. “Isso é essencial para a gestão do dia a dia. Um bom call center se baseia em estratégia e produtividade, e sem os dados acurados, impossível tomar uma decisão de negócios”, afirma a executiva.
Speech Analytics é uma tendência irreversível
A tecnologia permite ter uma priorização inteligente de chamadas, o agendamento de tarefas de acordo com os conhecimentos do agente, e de maneira geral, aumenta a satisfação do cliente. As ferramentas baseadas em Speech Analytics avaliam as emoções durante a chamada, as alternâncias entre diálogo e os períodos de silêncio, e o tom da voz para analisar o estado geral do cliente. “A partir disso, a chamada é direcionada ou priorizada de acordo com o agente mais capacitado para fazer o atendimento”, explica ela. “Para quem deseja realmente ter um atendimento de ponta, o Speech Analytics é uma ferramenta importante.”