Callflex migra mais de 20 mil agentes para home office

Desenvolvedora tem atuado na transição dos contact centers para o trabalho remoto

0
2

Com a pandemia do novo coronavírus e os tempos de quarentena, milhares de pessoas têm migrado o trabalho para o home office. Diante desse cenário, a Callflex já migrou grande parte da sua base de clientes para o formato de trabalho remoto. A empresa, assim que instalada a pandemia, criou um plano de contingência. Até o momento mais de 20 mil agentes já foram migrados.

“Já vínhamos há alguns meses atuando no desenvolvimento de novos produtos e soluções que permitissem maior gestão do trabalho remoto de agentes em contact centers, não importando o setor. Hoje temos centrais nas áreas de cobrança, SAC e vendas atuando com sua total capacidade no formato remoto, uma segurança para continuidade das operações e, principalmente, para a preservação da saúde das equipes”, explica Alexandre Azzoni, CSO da Callflex.

Com diversos contact centers adotando o home office, Azzoni acredita que o setor não sairá deste momento para o que era antes. “A verdade é que hoje é possível que um agente trabalhe de qualquer lugar, assim como diversos outros trabalhadores já fazem. Já havíamos percebido isto e, por isso, criamos soluções específicas para as necessidades do setor. Agora os contact centers também veem esta oportunidade e, certamente, não retornarão, pelo menos não em 100%, ao formato de antes. Já há claramente uma quebra de paradigma no formato de trabalho.”