Motivos que levam você à ação

0
9


Ano entra e ano sai, mês entra e mês sai, dia entra e dia sai, e as pessoas estão cada vez mais querendo a tal da motivação e o tal do sucesso. Porém, o que mais choca é que elas apenas querem, mas não fazem nada. Ficam na intenção, sem ação! A falta de ação leva ao estado chamado de ponto de equilíbrio da acomodação. Ou seja, “vou levando”, “quem sabe um dia”, “não nasci para ser feliz ou ter sucesso”, “semana que vem vou fazer ou procurar”. Com isto vêm os fantasmas do desemprego, do cheque sem fundo, da falta de grana, de não encontrar a princesa ou príncipe encantado, do medo de ser empresário, do medo de ser empregado com sucesso, entre outros. Estes fantasmas rondam as pessoas e com isto as deixam infelizes.

A psicologia nos ensina que a motivação é formada pelos motivos que nos levam à ação. O marketing pessoal diz que, se você tem objetivos claros (o que quer ser e ter) na sua vida pessoal, profissional, familiar, espiritual, financeira, econômica, físico mental e social, com certeza você acaba atingindo as suas metas com qualidade. Esses são motivos que levam qualquer ser humano à ação. Assim sendo, a motivação é algo que vem de dentro para fora. Se você sabe claramente o que quer ser e ter dentro de um espaço de tempo pré- determinado (curto, médio ou longo prazo), com certeza você será muito mais feliz e alcançará a motivação de fato.

Mas, às vezes, as pessoas preferem estar acomodadas e reclamar da vida ao invés de fazer algo. Vamos a um exemplo relacionado a emprego: segundo pesquisas, 70% das oportunidades de emprego de uma pessoa estão na sua rede de relacionamento ou networking. Aí faço a pergunta: as pessoas aproveitam suas redes de contatos, amigos, conhecidos e familiares? Não!

Outro exemplo trata dos pequenos e médios empresários com dificuldade financeira. Uma solução é vender mais e melhor, saindo de traz do balcão e levando os produtos e serviços ao mercado, criando visibilidade. Como já dizem alguns ditos populares, “quem é visto, é lembrado”, ou, como dizia nosso saudoso Abelardo Barbosa, o Chacrinha, “quem não se comunica se estrumbica”. Enfim, as vendas estão caindo e o empresário não sabe o porquê. Ele pode perguntar isto ao seu cliente ativo e ao seu ex-cliente. Pode fazer uma pesquisa de opinião e satisfação do mercado. Talvez ele descubra a razão de as vendas estarem baixando. Se for mal atendimento, o quê ele deve fazer? Promover treinamento imediato à equipe ou para si mesmo, como dono do negócio. Às vezes vem a pergunta: onde e como posso fazer isso? Existem muitos órgãos que tem como missão ajudar as pequenas, médias e grandes empresas, como associações de classe, sistemas de pequenas e médias empresas e assim por diante. Eles têm a solução, mas precisam ser procurados para ajudar. Procure na sua concorrência quem está tendo sucesso, inspire-se e aprimore. Ação de novo!

Algumas pessoas falam de crise, choram e reclamam. Mas existem povos no mundo que visualizam a crise como uma grande oportunidade de aprender, crescer, desenvolver, mudar, aprimorar, agir, quebrar paradigmas, inovar, ser criativo, ser diferente, identificar e mostrar suas vantagens competitivas. Resumindo, visualizam e vão à ação.

Quem não tem problemas hoje em dia? Porém, quantas pessoas conhecemos que estavam no fundo do posso, ou mais abaixo ainda, e conseguiram sair e dar a volta por cima? Elas acreditaram em si e continuaram com planos, objetivos e metas. Hoje, estas pessoas são tidas como pessoas felizes e de sucesso, mas muitas vezes ninguém sabe o que elas passaram para conseguir dar a volta por cima e ser, com certeza, muito melhor.

Mágica, fé e oração também ajudam, sim! Mas, em primeiro lugar, é preciso conhecer seus objetivos e metas e colocá-los no papel, para curto, médio e longo prazo. Com isto, há motivos suficientes para ir à ação, com motivação. Intenção e ação de fato = felicidade e sucesso!

Quer ser feliz e ter sucesso? Tire a bunda da cadeira é faça acontecer. Acredite em você e Ação!

Alexander Baer é palestrante e personal marketing coach. ([email protected])