Talktelecom expande operação na AL

0
6

Depois de investir cerca de R$ 20 milhões para prospectar e instalar-se em seis países da América Latina, a Talktelecom, especializada em soluções para infra-estrutura de contact centers e para operadora de telefonia fixa e móvel, comemora a conquista de mercados que considera estratégicos na região, que inclui os países: Argentina, Chile, Colômbia, México, Peru e Venezuela.
O diretor técnico, André Merçon, explica que o projeto Talktelecom – Go Global vem sendo implantado desde 2001 e leva em conta que a necessidade de criar ambientes inteligentes de atendimento aos clientes é a mesma nas diferentes empresas, mundo afora. “Nós começamos abrindo a Talktelecom Corporation, que, nos Estados Unidos, a partir da divulgação de histórias de sucesso, como a da Casas Bahia, se encarregou de disseminar a marca nos demais mercados”, conta o executivo.
Merçon considera que, até agora, pelo fato de se tratar de projeto cujo retorno sempre se dá no longo prazo, o faturamento gerado pela operação internacional é irrisório. Mas, este ano, segundo ele, a meta é fazer com que a exportação ajude a compor pelo menos 25% da receita global. “Na verdade, vamos ganhar não apenas pelo que temos para exportar, mas, também, pelas tecnologias de ponta que pretendemos trabalhar, a fim de incorporar às soluções vendidas”, explica Merçon.
Reconhecimento de voz – Uma das novidades que a Talktelecom promete explorar em toda a América Latina é a tecnologia de reconhecimento de voz, que, segundo André, aqui, ainda esbarra na resistência cultural, e, principalmente, na questão custo, muito alto, em virtude da falta de escala – problemas que a empresa se dispõe a resolver. “A América Latina estacionou nos portais de voz, que se limitam a fornecer informações, utilizando apenas os números do teclado telefônico. Ainda são raras as aplicações nobres, como a que faz a América Airlines nos EUA: o cliente conversa com a máquina, e não apenas digita algarismos, a partir de um menu de opções”, argumenta ele.