Consumo em baixa

0
18
Impactado pelo panorama econômico conturbado dos últimos meses, o índice de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) na cidade de São Paulo caiu 2,6% em abril em relação a março e bateu os 119,7 pontos – menor marca desde agosto de 2009, quando a série histórica foi iniciada. Em relação a abril do ano passado, o indicador da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) apresentou uma queda ainda maior, de 7,3%.
Entre os sete itens que compõem o índice, perspectiva profissional foi o que apresentou recuo mais significativo entre março e abril, com variação negativa de 7,3%. A segunda maior retração aconteceu em momento para duráveis, ao diminuir 3,7% no período. Nível de consumo atual teve desempenho semelhante, com baixa de 3,5%. Perspectiva de consumo caiu 2,7% – próximo do comportamento verificado para o indicador. Acesso ao crédito e renda atual tiveram diminuições de 0,9% e 0,5%, respectivamente. Apenas emprego atual permaneceu em abril praticamente no mesmo patamar do constatado em março. “Essa queda generalizada de quase todos os itens e o fato de o indicador ter atingido o menor nível histórico evidenciam a preocupação dos paulistanos com a pressão inflacionária permanente, o encarecimento do crédito e o baixo crescimento econômico”, destaca Fabio Pina, assessor econômico da FecomercioSP.