Diminui ritmo de vendas de eletroeletrônicos

0
7


As vendas de produtos eletroeletrônicos de consumo diminuíram o ritmo de crescimento registrado até junho, e encerraram o terceiro trimestre com um crescimento acumulado até setembro de 11,79%, segundo levantamento da Eeletros (Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos). No primeiro semestre o crescimento acumulado foi de 14,43%.

A partir do balanço do terceiro trimestre, a Eletros reviu a projeção de desempenho do setor este ano. A estimativa inicial era de um crescimento em torno de 14% a 16%, e agora a projeção está entre 12% e 14%. “É um crescimento importante para o setor ainda em recuperação”, explica Paulo Saab, presidente da associação.

A redução no ritmo de vendas dos eletroeletrônicos de consumo foi puxada pela linha de imagem e som, destacadamente pelos televisores como havia sido previsto pela Eletros. No acumulado do terceiro trimestre, a linha de imagem e som cresceu 19,85%, em comparação a 37,17% registrados até o primeiro semestre. Os televisores, especificamente, reduziram o ritmo de crescimento de 37,84% até o primeiro semestre para 23,39% no acumulado do terceiro.

Já a linha branca melhorou o desempenho, e as vendas cresceram 9,75% no acumulado até o terceiro trimestre, em comparação a um crescimento de 5% verificado de janeiro a junho. O segmento de portáteis também teve uma reação, revertendo quase integralmente a queda de vendas de 8,37% registrada até o segundo trimestre. No acumulado até o primeiro semestre, o segmento de portáteis registrou queda de apenas 0,2%.

“O balanço do terceiro trimestre mostra que houve uma mudança no comportamento de vendas dos diferentes segmentos. Os televisores foram os propulsores de venda do primeiro semestre. Já no terceiro trimestre do ano, a linha branca teve maior destaque”, afirma Paulo Saab, presidente da Eletros, ao destacar que as estatísticas estão confirmando o que o setor já previa.