Relatórios estratégicos

0
1


Com apenas oito meses de utilização, a plataforma de Business Intelligence (BI)da MicroStrategy revolucionou a tomada de decisão no iG, portal de acesso ilimitado à internet. O objetivo inicial com a opção pela solução de BI era centralizar as informações a serem utilizadas nos relatórios gerenciais, tornando-os fonte única de dados da companhia. “Além de cumprir este papel, a plataforma nos permitiu aproveitamento muito mais amplo e significativo, graças ao alto nível de detalhamento das informações”, afirma Décio Sonohara, CIO do iG. Hoje, as informações armazenadas no data warehouse, são utilizadas para a extração de diversos relatórios.

As soluções utilizadas anteriormente pela companhia encontravam-se descentralizadas e apresentavam um grau de detalhamento limitado. “Eram relatórios simples, para o atendimento de necessidades pontuais. Embora o banco de dados existente fosse bastante completo, as informações eram dispersas, os relatórios muito agregados e o detalhamento, quando solicitado, era um processo extremamente demorado, chegando a levar horas. Agora, basta um clique para visualizar a informação desejada”, declara afirma Cassio Sampaio, gerente de Tecnologia do iG.

Além do aumento da produtividade graças ao excelente aproveitamento das informações, os relatórios atuais propiciaram o surgimento de novas idéias para enriquecer e incrementar o conhecimento dos executivos sobre a performance dos serviços e produtos da companhia. Isto porque os relatórios permitem combinações de dados de diversos modelos. “A utilização do MicroStrategy facilita a apresentação de relatórios com diversos níveis de agregação. Por exemplo, hoje é possível extrair relatórios de promoções oferecidas aos clientes, considerando a adesão por estado, perfil e até mesmo o grau de abandono”, assegura Sampaio.

Divididos em quatro tipos, os relatórios trazem informações sobre o comportamento dos usuários no acesso iG, e-mail marketing, CRM e base de assinantes. Todos os relatórios podem ser segmentados por diversas dimensões com velocidade e agilidade. Há também diversas análises de crescimento, que trazem dados detalhados sobre mudanças no grau de utilização dos serviços oferecidos pelo provedor.

A implementação do projeto – Escolhida por uma concorrência realizada em junho de 2004, a MicroStrategy iniciou a implementação da plataforma de BI imediatamente. A primeira fase do projeto se constituiu em um estudo do modelo de dados atual e as necessidades emergênciais de implementação de indicadores. Em seguida, foram levantados os riscos de performance devido ao expressivo volume de informações. “Com base no volume de informações, optou-se por criar uma camada independente do Data Warehouse, dedicada para o acesso MicroStrategy”, informa Cassio.

“Os primeiros resultados começaram a surgir três meses depois, após um intensivo processo de homologação das informações pelos executivos da companhia”, conta Décio. A automatização da execução de relatórios trouxe grandes benefícios, “alguns exemplos, como relatórios utilizados semanalmente em reuniões da diretoria executiva da empresa levavam dias para serem finalizados, enquanto hoje os mesmos são automaticamente gerados”, relata o executivo.

Apesar da primeira fase do projeto já estar finalizada, a solução MicroStrategy se encontra em fase de expansão, atuando em paralelo com as antigas fontes de informações. “Atualmente somente os analistas do iG têm acesso à plataforma”, afirma Décio. A próxima etapa do trabalho é converter gradualmente os relatórios em outros formatos para a plataforma MicroStrategy. Com isso, o sistema deverá ser usado pela integralidade dos gestores do iG, como ferramenta de acompanhamento do dia-a-dia e tomada de decisão. A empresa acompanha diariamente os resultados e variações ocorridas. “A velocidade com que as mudanças ocorrem na Internet, exige que o acesso a informação esteja disponível no menor prazo possível e no iG, isso sempre significa a manhã seguinte”, comenta Sampaio.

A expectativa do iG é ampliar a complexidade e qualidade das informações extraídas. Além disso, a companhia está investindo na capacitação do pessoal para expandir a utilização da plataforma Microstrategy.