Recorde negativo

0
0
O número de cheques devolvidos – segunda devolução por falta de fundos – como proporção do total de cheques movimentados atingiu 2,30% no acumulado de 2016, registrando o pior resultado da série histórica, iniciada em 2006. Já em relação a 2015, os cheques devolvidos recuaram 10,4%. Tanto os cheques devolvidos de consumidores como de empresas diminuíram no período, 11,2% e 8,4%, respectivamente. Na mesma base de comparação, os cheques movimentados contraíram 14,1%.
 
O percentual de cheques devolvidos sobre movimentados diminuiu em dezembro de 2016, ficando em 2,20% ante o resultado de 2,40% em novembro de 2016. O indicador também foi menor na comparação com dezembro de 2015, quando havia registrado 2,37%. Os cheques devolvidos recuaram 8,3% na comparação mensal, enquanto os cheques movimentados aumentaram 0,3%, o que contribuiu para a queda do percentual no período.