Exemplo dentro de casa

0
16
Liderança, principalmente dentro de uma empresa, está associada a exemplo. Entretanto, a ideia inicial que temos desse líder-modelo é a de que ele representa a cultura da organização, reforçando e multiplicando os objetivos e princípios descritos na missão, visão e valores da companhia. Mas, para quem sabe a importância de reter talentos, o líder também pode servir de incentivo aos demais colaboradores, a fim de que estes vejam a possibilidade de crescimento dentro da empresa em que trabalham. Desta forma, o esforço da organização em reconhecer, investir e desenvolver seus funcionários torna-se referência para o crescimento desses líderes como profissionais, além de fortalecer seu reconhecimento no mercado.
Para Maria Aparecida Frezzi Vidal, gerente de Recursos Humanos da Siscom, é importante que as organizações ofereçam aos colaboradores oportunidades de crescimento e capacidade de assumir riscos. “Desta maneira, é possível obter resultados excepcionais e tornar-se referência entre as melhores empresas para os melhores profissionais”, explica. Alguns meios de auxiliar neste processo de transformação de colaborador em líder são a utilização de ferramentas de gestão de pessoas que visam o desenvolvimento do funcionário (avaliação de desempenho e aplicação de metas que auxiliará na avaliação do seu diferencial e pontos a desenvolver), resgatar os planos de sucessão na empresa, desafios, feedbacks estruturados e regulares, e a importância do valor agregado que cada profissional tem.
Os colaboradores que demonstram maior interesse ganham pontos a mais. Mas é importante que ele alinhe com o gestor, com base no seu desempenho, quais competências técnicas e comportamentais são necessárias para que possa desempenhar atividades mais complexas, assumindo, assim, mais responsabilidade. “É pouco provável que uma pessoa se torne líder sem ter um envolvimento e dedicação. Além disso, é importante identificar e preparar este profissional para novos desafios e gestão de pessoas”, pontua Maria Aparecida.
Exemplo disso é a colaboradora Cenira Maria dos Reis Saldanha, que iniciou sua trajetória na empresa a 17 anos como analista de cobrança, em Salvador, e hoje é gerente executiva, liderando uma equipe com mais de 400 funcionários, em São Paulo. “Acredito que o diferencial do sucesso de uma empresa está nas pessoas talentosas e disciplinadas que fazem parte para compor o ´time´. Este ponto deve ser mantido sempre como nosso maior ativo”, conclui a gerente de RH.