Clique e visite a landing do Congresso ClienteSA 2022

O canal para quem respira cliente.

Expectativas do e-commerce para 2022

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico – ABComm projeta novo crescimento do e-commerce para este ano, numa elevação gradativa que atinja os 12%, abaixo, portanto, dos 19% registrados em 2021.  De acordo com Alexandre Crivellaro, diretor de inteligência de mercado da entidade, “o novo coronavírus transformou o mundo, e com o Brasil não foi diferente. As restrições se mantiveram por algum tempo em 2021, mas o varejo físico viu a retomada gradativa de suas atividades ao passo que a vacinação avança”. 

Segundo o relatório da ABComm, o cenário trouxe para o e-commerce do ano passado um faturamento de R$ 150,8 bilhões. Para 2022, espera-se que o setor arrecade R$ 169,5 bilhões. O número de consumidores no comércio eletrônico também deve aumentar de 79,8 milhões (2021) para 83,7 milhões (2022). Já o ticket médio deve crescer de R$ 450 para R$ 460.

Ao explicar a expansão mais tímida para este ano, Crivellaro atribui ao fator diferencial havido em 2021, que foi a entrada de milhares de novos consumidores on-line. “A cada ano, as pessoas veem no comércio eletrônico a praticidade dessas compras e se sentem mais seguras com a ideia. Hoje, o setor é popular nas diferentes categorias, que incluem desde produtos de bens duráveis, até itens de supermercado ou farmácia. Apesar da retomada do varejo físico, a consolidação do e-commerce faz parte da vida dos brasileiros e deve se manter neste ano, elevando ainda mais as projeções para as vendas do varejo digital”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima